Menu fechado

Recomendação para o cargo do Secretário nacional de saneamento

Nessa última sexta-feira dia 23/08, a FNEAS por meio de seu Presidente, o Engenheiro Renato Muzzolon Júnior, protocolizou junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, um documento aprovado por toda a diretoria da entidade. A FNEAS verificou junto ao Ministério que o cargo do Secretário nacional de saneamento estava vago, com isso a diretoria da FNEAS se reuniu e decidiu elaborar este documento, orientando o Ministro do Desenvolvimento Regional, o Exmo. Sr. Gustavo Canuto, que aproveitasse o ensejo desta vacância, e indicasse um profissional devidamente habilitado ao cargo e que fosse graduado em Engenharia Ambiental e Sanitária, pois é o profissional que possui o perfil técnico para colocar em prática o desafio da universalização dos serviços de saneamento no país. O documento ainda remete à Resolução 430 do CONFEA onde orienta que cargos e funções da União que exijam conhecimentos técnicos da área de Engenharia e Agronomia são privativos de profissionais do Sistema.

Segundo Muzzolon, isso seria um grande passo para que as questões referentes à universalização do saneamento no país começassem a ser implementadas da maneira correta: “a universalização do saneamento é uma promessa antiga dos nossos políticos, acredito que uma Secretaria desse porte, ocupada por um profissional habilitado e competente, a universalização do saneamento deixaria de ser um sonho, e passaria a ser uma realidade”.

Presidente da FNEAS Engenheiro Renato Muzzolon Júnior,

“O Ministério ainda não deu resposta à FNEAS, mas esperamos a sensibilidade do Ministro em nosso pedido, que é legítimo”, conclui Muzzolon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *