Palestra: Arqueologia no Licenciamento Ambiental e Urbano (IPHAN)

A palestra sobre Arqueologia no Licenciamento Ambiental e urbano visa oportunizar aos Engenheiros Civis, Ambientais, Geógrafos, Agrônomos, acadêmicos, bem como servidores públicos municipais, estaduais e federais de órgãos de licenciamento ambiental e ordenamento territorial, os procedimentos quanto a Instrução Normativa n° 001/2015 do IPHAN que implicam no licenciamento ambiental dos setores industriais, elétricos, da construção civil e do parcelamento do solo urbano e rural.

A temática foi proposta pela Associação dos Geógrafos Brasileiros Região de Maringá – AGB/RM, que conta com a parceria da Associação Norte Paranaense dos Engenheiros Ambientais – ANPEA na organização e realização da palestra.

Os conteúdos serão apresentados por profissionais Geógrafo e Arqueólogo do setor de Arqueologia da URBEvital no dia 11/12/2019 das 9 às 12hs no auditório da Regional de Londrina do CREA-PR. Ainda, o evento conta com o apoio do CREA-PR, da MUTUA-PR, da Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais – APEAM , da Associação Profissional de Geógrafos do Estado do Paraná – APROGEO/PR.

Em tempos que mobilizar atores sociais para troca de experiências interpessoais e presenciais está cada vez mais complexo, parcerias como as da palestra de Arqueologia no Licenciamento Ambiental e urbano, trazendo um tema transversal e multidisciplinar, demonstra a necessidade em que o associativismo tem de se reinventar e trabalhar integrado em prol da formação e consolidação de seus profissionais.

A integração e troca de conhecimento e experiências entre as entidades e os profissionais das mais diversas áreas das Engenharias, Agronomia e Geociências fortalece cada vez mais o sistema CONFEA/CREA/MUTUA, conselho de suma importância para a garantia dos direitos dos profissionais e dos cidadãos.

O entrosamento das entidades é possível através de programas desenvolvidos pelos Colégios de Entidades Regionais – CDER de cada um dos CREA’s das unidades da federação, onde são discutidos modelos de sustentabilidade econômica e intercâmbio de experiências das entidades, além de agenda parlamentar.

O CREA-PR em conjunto com o CDER-PR trabalha forte na sustentabilidade das entidades através do seu Programa de Sustentabilidade das Entidades de Classe – ProEC e com o Prêmio CREA de Qualidade – PCQ, para o coordenador do Colégio de Entidades de Classe (CDER), geógrafo Danilo Giampietro Serrano.

“ as entidades de classe tem que mergulhar na inovação tecnológica, através de estruturas disruptivas, melhorando os processos, muitas vezes com ideias simples, o que estão totalmente relacionado com o trabalho e o dia a dia das entidades e de seus profissionais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *