POSIÇÃO CONTRÁRIA À SUSPENSÃO DO CENSO DEMOGRÁFICO

Confea se manifesta contra suspensão do censo demográfico.

O censo demográfico é realizado pelo IGBE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e representa as informações da população como renda, condições de moradia, qualidade do saneamento básico, de saúde, educação, entre outras informações, que são primordiais para o planejamento e desenvolvimento de municípios, estados e do Brasil, com o desenvolvimento de políticas públicas, planos, investimentos nacionais e internacionais.

No dia 01 de abril de 2021, a FNEAS encaminhou Ofício ao Sr. Joel Krüger, Presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA com o intuito de alertar para as danosas consequências para a engenharia, geociências e o desenvolvimento nacional que podem advir dos cortes orçamentários destinados à realização do Censo Demográfico, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para conferir o ofício encaminhado, clique aqui.

Em 26 de maio de 2021, foi emitida nota do CONFEA se manifestando contra a suspensão do Censo Demográfico. Na manifestação publicada pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), o presidente, eng. civ. Joel Krüger, destaca que o Brasil necessita de ações de investimentos pós-pandemia que dependem de tais dados. “Estamos em meio a uma pandemia, em que o Brasil registrou uma taxa de desemprego de 13,9% no quarto trimestre de 2020, ano marcado pela maior taxa de desemprego média anual desde 2012. Vimos a importância dos investimentos em ciência e tecnologia, e precisamos retomar os investimentos em saúde, saneamento e habitação, entre outras políticas sociais que sofreram forte retração de investimentos públicos. As ações governamentais pós-pandemia serão fragilizadas pela ausência das informações que alicerçam os estudos para políticas públicas e investimentos”, destaca Krüger. 

Para o ex-vice-presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), professor eng. civ. Darc da Luz Costa, qualquer intervenção humana para ser eficiente necessita de planejamento. “A engenharia para ser operada de forma eficiente necessita de uma previsibilidade, de um planejamento, e esse está basicamente ligado à coleta de informações. O Censo provê informações, de posse desses dados é que se dá um planejamento eficiente, o que está extremamente ligado às obras de engenharia. Sem o Censo, logo se compromete toda a possibilidade de investimento público e privado eficiente, perdendo a capacidade de avaliar os impactos de ação em todo o território nacional”, defende Darc.

Confira o manifesto completo clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *