Entrevista com os Engenheiros Ambientais Guilherme da Silva Ricardo e Victor Luís Padilha para o dia Mundial da Água

Ontem 22/03/2020 comemoramos o Dia Mundial da Água e como uma forma de mostrar sua importância entrevistamos alguns profissionais que trabalham com Recursos Hídricos.

Os profissionais entrevistados foram os Engenheiros Ambientais Guilherme da Silva Ricardo e Victor Luís Padilha da Sul Hidrológica Engenharia e Meio Ambiente LTDA.

Engenheiros Ambientais Guilherme da Silva Ricardo e Victor Luís Padilha .

Guilherme da Silva Ricardo é Engenheiro Ambiental e Sanitarista pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Especialidade em Modelagem Hidrológica e Gestão de Recursos Hídricos. Representante titular da Associação Catarinense de Engenharia Ambiental (ACEAMB) junto ao Comitê da Bacia do rio Urussanga e Sócio Administrador da Sul Hidrológica Engenharia e Meio Ambienta Ltda.

Já Victor Luís Padilha é Engenheiro Ambiental pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Doutorando em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental – UDESC. Especialidade em Modelagem Hidrodinâmica e Simulação de Eventos Hidrológicos Críticos. Engenheiro hidrólogo da Defesa Civil do Estado de Santa Catarina e Sócio diretor da Sul Hidrológica Engenharia e Meio Ambienta Ltda.

QUESTIONÁRIO PARA O DIA MUNDIAL DA ÁGUA FNEAS

1) Há quanto tempo você trabalha com Recursos Hídricos?

R: Atuamos na área Recursos Hídricos desde a graduação. Nosso interesse e dedicação ao tema Recursos Hídricos iniciou no ano de 2012 e 2013 quando ingressamos na equipe do Laboratório de Hidrologia da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), onde passamos a participar de projetos de pesquisa e estudos técnicos.
Os estudos relacionados a hidrologia, gestão dos recursos hídricos, gestão de bacias hidrográficas, modelagem hidrológica e hidrodinâmica nos motivou a aprofundar o conhecimento técnico nestas áreas, o que ocorreu por meio do ingresso em programas de pós-graduação em nível de mestrado, Mestrado em Ciências Ambientais pela UDESC (2016-2018), e em Engenharia Ambiental pela UFSC (2015-2017), ambos com ênfase na gestão de Recursos Hídricos e Hidrologia e Hidráulica Aplicada.
Nos programas de mestrado, nossos esforços se concentraram em produzir dissertações com nível de aprofundamento tal que pudéssemos identificar uma oportunidade de aplicar o conhecimento adquirido na prática, ou seja, prestar serviços técnicos especializados para os diferentes setores econômicos da sociedade. Foi neste ponto que surgiu a SUL HIDROLÓGICA ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE LTDA.

Títulos das dissertações e acesso.

Guilherme Ricardo:
IMPACTO DE CENÁRIOS DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS NO REGIME HÍDRICO DA BACIA HIDROGRÁFICA PASSO MAROMBAS

Victor Padilha
MODELAGEM HIDROLÓGICA ORIENTADA POR EVENTOS DE INUNDAÇÃO EM LAGES/SC

Criada em 2018, atualmente a SUL HIDROLÓGICA ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE LTDA é uma empresa especializada em Recursos Hídricos. Sua área de atuação abrange principalmente os estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. O portfólio de serviços prestados compreende:

  • Estudos hidrológicos;
  • Modelagem e simulação hidrológica e hidrodinâmica;
  • Hidrometria;
  • Geoprocessamento;
  • Topobatimetria;
  • Obras hidráulicas;
  • Estudos de aproveitamento energético hidráulico; e
  • Licenciamento e regularização ambiental.

Um diferencial da SUL HIDROLÓGICA está na parceria realizada com profissionais e empresas de consultoria em engenharia ambiental e sanitária no que tange a estudos e projetos relacionados ao tema Recursos Hídricos, oferecendo a estes parceiros soluções especializadas e de qualidade.
Portanto, aproveitamos este canal para disponibilizar nossos contatos a todos que precisarem dos serviços da SUL HIDROLÓGICA ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE LTDA.

E-mail: sulhidrologica@gmail.com
Fone Victor: 48 9 9947-7944
Fone Guilherme: 48 9 9994-6511

2) Nos conte quais as maiores dificuldades encontradas em sua área?

R: As dificuldades encontradas na área de Recursos Hídricos têm relação direta com a disponibilidade e acesso a dados públicos e privados necessários a investigação técnica para elaboração de estudos técnicos.

Entretanto, estas limitações têm sido minimizadas ao longo do tempo por ações estratégicas conduzidas pelo estado de Santa Catarina, que são de grande importância a gestão dos recursos hídricos e para a gestão territorial.

Entre estas ações podemos destacar a execução do levantamento aerofotogramétrico contratado em 2010 e disponibilizado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Santa Catarina (SDE/SC) em 2012, podendo ser acessado por meio do link: (http://sigsc.sds.sc.gov.br/download/index.jsp).

Entre os produtos destacamos os principais: Modelos Digitais de Terreno (MDT), Modelos Digitais de Superfície (MDS), Ortomosaicos de ortofotografias aéreas, Restituições da Hidrografia, Ottobacias em diferentes níveis entre outros. Cabe destacar que estes produtos possuem detalhamento suficiente para elaboração de estudos técnicos com precisão para determinadas escalas de trabalho.

Associado aos produtos espaciais, estão as redes de monitoramento de variáveis climáticas com destaque para as estações pluviométricas e fluviométricas, gerenciadas por entidades como Agência Nacional das Águas (ANA), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI) por meio do seu Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (CIRAM).

As estações fornecem dados on-line e séries históricas de dados que são cruciais para a elaboração e execução de estudos na área de Recursos Hídricos. O avanço na densidade da rede de monitoramento tem minimizado as dificuldades relacionadas a prestação de serviços na área de Recursos Hídricos que dependam de dados de monitoramento.

Entretanto, entendemos que há muito no que avançar no que tange a monitoramento hidrológico.

3) Qual a importância que a água tem para sua vida e para a sociedade?

R:A água é um bem de domínio público, essencial a vida, um recurso limitado e dotado de valor econômico. Estas definições estão na Política Nacional de Recursos Hídricos (LEI 9433/1997).

Portanto, a água é essencial a vida, em amplo sentido, seja na manutenção dos processos ecossistêmicos naturais das bacias hidrográficas, na manutenção do nosso organismo, na higiene e limpeza das nossas casas e objetos, na produção industrial, no abastecimento público, na dessedentação de animais, ou seja, a água é indispensável a vida, devendo a sociedade zelar por este recurso natural tão importante.

4) O que acha que precisa ser feito para alterar esse quadro de descaso com nossas águas?

R: A gestão dos recursos hídricos deve ser prioridade para qualquer governo ou entidade vinculada ao tema. Para isso, os instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) como o Enquadramento dos Cursos d’água em classes de qualidade, a Elaboração de Planos de Recursos Hídricos para bacias hidrográficas, a emissão e controle de Outorgas de Recursos Hídricos, devem ser utilizados como ferramentas de gestão das águas.

Uma vez que tais instrumentos são executados, conforme previsto em lei, fica evidente que há gestão dos recursos hídricos ao invés de descaso.

5) O que um profissional que trabalha ou quer trabalhar com Recursos hídricos deve ter?

R:Em nossa opinião, um profissional de recursos hídricos deve, primeiramente, ser apaixonado pelo que faz, pois sendo alguém sempre motivado e empenhado, além de ter a mente mais aberta para adquirir novos conhecimentos e competências, garante o essencial para melhorar a sua atuação neste mercado, que lhe dará a oportunidade de fazer algo com excelência naquilo que ama. Pensamos desta maneira, pois, este segmento específico encontra-se sempre em atualização dentro da engenharia ambiental frente às mudanças climáticas e outros problemas tradicionais ligados ao tema e, portanto, esta é uma condição que deve ser inerente ao profissional.

Ademais, também se torna fundamental possuir outras habilidades, no entanto, a seguir destacamos aquelas experiências que consideramos diferenciais no ramo:

  • Geoprocessamento e CAD;
  • Afinidade com linguagens de programação diversas;
  • Modelagem matemática ampla; e
  • Conhecimento de hidrologia aplicada avançada assim como fluidodinâmica tridimensional, entre outros aspectos da hidráulica aplicada.

6) Qual mensagem você deixa aos futuros profissionais?

R: Primeiro, uma mensagem que deve ser difundida, proveniente da ABRHidro, Associação Brasileira de Recursos Hídricos, é:

“A água conecta países, pessoas e organizações; água conecta culturas e povos; água conecta ciência, tecnologia e inovação; água conecta conhecimento e mercado; água conecta saúde pública, saúde ambiental, qualidade de vida; água conecta energia, agronegócio, transporte hidroviário, indústria, infraestrutura; água conecta governos, sociedades e usuários de águas. A água conecta.”

Com base nisso, nossa mensagem aos profissionais que pretendem atuar na área de recursos hídricos é de que “vivenciando uma época de constante intensificação de demanda e os recursos limitados sob crescente pressão devido à captação excessiva, à poluição e à mudança climática, nossa obrigação ocorre na constante regulação, orientação e mitigação junto aos mais diferenciados setores do mercado”.

2 comentários em “Entrevista com os Engenheiros Ambientais Guilherme da Silva Ricardo e Victor Luís Padilha para o dia Mundial da Água

  1. Liane de Moura Fernandes Costa Responder

    Parabéns ao Victor e Guilherme!!! Percebe-se que são muito engajados com o tema recursos hídricos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *